Instituto EDP beneficiou mais de 60 mil pessoas em 2017 com projetos de responsabilidade social

01/02/2018
Além dos programas socioeducativos nas áreas onde o Grupo EDP atua, organização apoiou ações que valorizam a lusofonia e lançou exposição para o Prêmio EDP nas Artes

São Paulo, 01 de fevereiro de 2018 – As iniciativas de fomento à Educação, Cultura, Esporte, Voluntariado, Desenvolvimento Social, Saúde e Geração de Renda apoiadas pelo Instituto EDP beneficiaram mais de 60 mil pessoas em 2017. A organização, que gere as ações socioambientais do Grupo EDP, levou inclusão, qualidade de vida e bem-estar aos nove estados onde a Companhia atua: Amapá, Bahia, Ceará, Rio Grande do Norte, Tocantins, Espírito Santo, São Paulo, Santa Catarina e Rio Grande do Sul.

Entre os principais projetos, destaque para o EDP nas Escolas, Educação Empreendedora, Caravana do Esporte e das Artes e Saberes do Vale: Cultura e Educação no Vale do Paraíba, que contribuíram para o ensino de novos temas ligados à cidadania, esporte, cultura, sustentabilidade e empreendedorismo a crianças, a jovens e a comunidade. Além disso, os programas têm como objetivo tornar os estudantes multiplicadores de conceitos sobre o uso eficiente da energia elétrica e os cuidados com a rede.

O EDP nas Escolas chegou a sua 16ª edição beneficiando diretamente 8.183 alunos em 36 escolas da rede pública municipal. Na comparação com 2016, houve um aumento de mais de 2.500 jovens no número de atendidos. As iniciativas fornecem ferramentas para o aprendizado, promovem a integração de arte e energia no currículo escolar, incentivam a participação da comunidade e mobilizam parceiros para a causa da educação e da preservação dos recursos naturais. Nesses 16 anos, foram atendidos mais de 250 mil alunos.

Com a finalidade de estimular as capacidades socioemocionais e desenvolver o empreendedorismo em alunos da rede pública estadual de ensino de São Paulo e do Espírito Santo, o Instituto apoiou também, pelo segundo ano consecutivo, o Educação Empreendedora. O projeto favoreceu quase 3 mil pessoas nos dois estados, ensinando os estudantes a desenvolverem seus próprios modelos de negócios, por meio da plataforma Dreamshaper.

Nos âmbitos esportivo e cultural, a Caravana do Esporte e das Artes contribuiu para a formação de crianças e adolescentes, promovendo a reflexão sobre a importância das práticas corporais relacionada aos jogos como ferramenta de educação, inclusão e transformação social. Em todo o Brasil, mais de 20 mil jovens foram favorecidos.

O Saberes do Vale: Cultura e Educação no Vale do Paraíba mostrou as tradições culturais e os costumes do Vale do Paraíba com a produção de quatro documentários. Os vídeos foram veiculados em quatro cidades da região (Pindamonhangaba, Caçapava, Tremembé e Monteiro Lobato), além da distribuição de kits educativos para as escolas e a realização de uma exposição virtual do conteúdo elaborado. Mais de 15 mil pessoas assistiram aos filmes.

Na área da saúde, foram destinados cerca de R$1.200.000 para  entidades que combatem o câncer infantil e oferecem apoio psicológico, como a Associação Capixaba Contra o Câncer Infantil (ACACCI), em Vitória, e o Grupo de Assistência à Criança com Câncer (GACC), no Vale do Paraíba, em São Paulo.

“O principal foco do Instituto EDP é investir no desenvolvimento humano, seja por meio da educação, esporte, cultura ou geração de renda. Chegamos ao final de 2017 com o sentimento de dever cumprido, por ajudar projetos que mudam a vida das pessoas, tanto de quem realiza a ação, como de quem recebe. Para 2018, vamos manter o nosso propósito e continuar usando nossa energia para cuidar sempre melhor”, destaca Luis Carlos Gouveia, diretor do Instituto EDP.

Valorização da língua portuguesa

Além das ações ligadas diretamente à comunidade, a EDP com o apoio do IEDP, patrocinou iniciativas que reforçam os laços culturais, principalmente, entre Brasil e Portugal com projetos que colocam no centro a língua portuguesa.

A Companhia é patrocinadora Máster da restauração do Museu da Língua Portuguesa, firmou parceria com a FLIP 2017 – Festa Literária Internacional de Paraty e apoiou a 2ª edição do Experimenta Portugal, que trouxe para São Paulo o que há de melhor em Portugal em termos de exposições, música, vinhos, esporte e literatura.

A Empresa ainda proporcionou para mais de 10 mil pessoas um mergulho na cultura e na arte dos países lusófonos com a exposição itinerante ‘A Energia da Língua Portuguesa’, que percorreu São Paulo, Rio de Janeiro e Espírito Santo no ano passado e estacionará em outros locais do país em 2018.

Em um espaço de 300 metros quadrados, dentro e fora de um caminhão adaptado, os visitantes tiveram um contato intenso com as peculiaridades e diferenças do português falado, principalmente, no Brasil e em Portugal, além de curiosidades sobre expressões comuns do idioma, considerado o quinto mais falado do mundo e o mais utilizado no hemisfério sul.

Quando nós Estamos? O Tempo e o Prêmio EDP nas Artes

Com quase 28 mil visitantes em dois meses, a exposição Quando nós estamos? O Tempo e o Prêmio EDP nas Artes trouxe obras dos artistas vencedores das cinco edições do concurso. Realizada em parceria com o Instituto Tomie Ohtake, em São Paulo, a mostra foi inagurada em novembro de 2017 e ficou disponível até janeiro de 2018. Neste ano, artistas serão selecionados para a Residência Artística na Escola Entrópica do Tomie Ohtake e acontecerá também lançamento do 6º Prêmio EDP nas Artes, ambos em março.

Mais informações estão disponíveis no site do IEDP http://www.institutoedp.org.br

Projetos realizados em 2017:

 

Pilar

Estado

Projeto / ONG

Beneficiários

Educação

AP, CE, RN, TO, ES, SP, SC, BA e RS

EDP nas Escolas

8.183 alunos

Educação

SP

Brincando com Pipas / Evoluir

4.795 alunos

Educação

SP

Super Curtas / Frida Projetos Culturais

55 alunos

Educação

SP e ES

Educação Empreendedora / Dreamshaper

2.818 alunos

Educação

SP e ES

The Next Startup / Dreamshaper

3.482 alunos

Educação

ES

LBV / Formação de Lideranças Gurigica

50 pessoas

Educação

ES

SICLO / Educação Financeira para Famílias de Baixa Renda Gurigica

20 pessoas

Socioambiental

SP

Hortas Comunitárias / ONG Cidade sem fome

12 famílias

Socioambiental

TO

Hortas Hidropônicas: cultivando pessoas do risco social à cidadania / Associação Alianças para um Futuro Melhor (ALIAR)

40 famílias

Socioambiental

ES

Recuperação de Nascentes / SAVAC

241 pessoas

Socioambiental

ES

Bancos Comunitários e Moradia Digna / Ateliê de Ideias

356 pessoas

Socioambiental

RN

EDP Renováveis Rural / SEBRAE RN

64 pessoas

Socioambiental

ES

Psicoativa / Rochativa

57 crianças

Socioambiental

ES

Saber Viver / Associação Amigos da Justiça, Cidadania, Educação e Arte

230 crianças e adolescentes

Cultura

SP

Instituto Recriar / Coral e Banda / Dança Criativa / Recriarte ‘Exposições de Artes Plásticas’ / Hora do Conto com Teatro de Fantoches

116 crianças

Cultura

SP

Saberes do Vale: Cultura e Educação no Vale do Paraíba

15.156 pessoas

Cultura

SP

Círculo Arte Social – De Palma em Palma / Velloni Produções

300 crianças

Cultura

SP, GO, ES, BA, PE e SE

Caravana do Esporte e das Artes / IEE

21.400 pessoas

Cultura

ES

Teatro Social / Instituto para Aprendizagem Social, Emocional e Acadêmica

551 pessoas

Cultura

TO

Encontro Arte e Cultura de Lajeado / Lajeado em Ação

1.627 pessoas

Cultura

SP

Oficina de Dança – Danceability / Núcleo de Dança Aberta

160 pessoas

Esporte

SP

Jacareí Rugby

60 adolescentes

Esporte

ES

Vôlei e Vida / Associação dos Moradores de Guaranhuns

145 crianças e adolescentes

Esporte

TO

Aprender e Crescer / Associação Atlética Atenas

300 crianças e adolescentes

 

voltar para notícias