Energias na Arte

 

Idealizado para estimular a produção artística contemporânea, o Prêmio Energias na Arte é voltado a jovens artistas de todo o Brasil, nascidos ou residentes no país há pelo menos dois anos, com idade entre 18 e 27 anos. A iniciativa, além da premiação, contempla uma série de atividades ao longo do ano, como cursos, palestras, workshops em regiões brasileiras onde o acesso à arte contemporânea é mais restrito. Como incentivo do prêmio, foi realizado o Curso de Formação em Arte Contemporânea nas cidades de Palmas, no Tocantins,  Vitória, no Espirito Santo e Mogi das Cruzes, em São Paulo, cidades em áreas das empresas do grupo EDP no Brasil.

O júri desta 5ª edição do Prêmio EDP nas Artes é composto por: Beatriz Lemos, Fernanda Albuquerque, Galciani Neves, Julia Lima, Marcius Galan e Rodrigo Martins. 

Na edição de 2016, 237 artistas e seus trabalhos enviados foram analisados pela Comissão de Seleção. Serão escolhidos até 10 artistas que receberão o acompanhamento da equipe de jurados para orientar a produção dos trabalhos, oportunidade única a artistas jovens.   

O Prêmio culmina com a exposição dos trabalhos dos 10 finalistas no Instituto Tomie Ohtake, quando, na inauguração, serão anunciados os três premiados, que receberão uma bolsa para realizar uma residência artística no Brasil ou exterior.  



Na edição anterior, em 2014, os três premiados foram Rodrigo Martins (1º), Pedro Gallego (2º) e Bruno Rios (3º), além da menção honrosa ao artista Flavio Yoshida. O vencedor Rodrigo Martins ressalta o que o Prêmio Energias na Arte proporcionou à sua carreira: “Gostei muito de participar de uma exposição, principalmente no Instituto Tomie Ohtake, um lugar muito importante para o circuito e que dá visibilidade nacional. Além disso, tem a troca e o diálogo com outros colegas artistas. Também tive dois meses de residência internacional, em um contato íntimo com o meu trabalho, porque lá você fica isolado e com toda uma infraestrutura disponível para produzir e pensar sobre a sua obra. Há um grande respeito ao artista”.