Estação de Monitoramento

Tanto o monitoramento hidrológico quanto o meteorológico são fundamentais para garantir a eficiência da produção hidroenergética. Uma previsão exata do volume de água que chegará ao reservatório nos próximos dias e a supervisão dos eventos em tempo real são essenciais para o melhor aproveitamento dos recursos hídricos.

Neste contexto, para subsidiar as regras operacionais da Usina de Lajeado, foram implantadas na área de influência de seu reservatório e principais tributários 08 (oito) postos de réguas linimétricas e 08 (oito) estações automáticas.

Coleta de dados

Todo o processo de previsão, supervisão e controle da operação hidroenergética da usina se inicia com a coleta de dados das estações hidrológicas (de medição de níveis de rio e de chuva).

Parte destes dados é obtida por estações automáticas, que lêem as informações dos sensores e as transmitem para a Usina, utilizando comunicação via satélite e via Internet, em intervalos de 15 em 15 minutos. Outras informações são obtidas por contatos telefônicos e por rádio com os operadores locais das estações, diariamente às 07:00 e 17:00 horas.

​​Localização das estações hidrológicas
nome da estação​​​ NOME DO RIO​ ​COORD. LAT. COORD.LONG.​ TIPO​
Angical-Jusante Tocantins 12º13'41" 48º24'14" PFP
Ipueiras Tocantins 11º14'49" 48º27'30" PFP
Jacinto Santa Tereza 11º59'03" 48º39'33" PFP
Fazenda Jurupari Tocantins 11º09'07" 48º31'00" PFP
Mangues Mangues 10º20'41" 48º38'05" PFP
Porto Jerônimo Manuel Alves da Natividade 11º45'28" 47º50'15" PFP
UHE Lajeado-Barramento Tocantins 09º45'16" 48º22'01" PFP
UHE Lajeado-Jusante Tocantins 09º45'16" 48º22'01" PF
   
​​    PFP = Posto Fluviométrico e Pluviométrico (nível do rio e volume de chuva)
​    PF = Posto Fluviométrico (nível do rio)​